18/06/2010

Quanto vale o SPAM recebido pela sua empresa?

Há quanto tempo não abre a sua caixa de SPAM? Há muito tempo com certeza. Sabe quantas oportunidades de negócio perdeu nos últimos dias da sua actividade comercial, apenas porque não leu essas mensagens?

São dez horas da manhã, na caixa de E-mails indesejados (SPAM) de um vendedor respeitado, acabou de chegar um e-mail promocional de uma qualquer empresa multinacional. No e-mail podia ler-se, sinteticamente, o seguinte: vendemos (…), pelo preço (…). se comprar até à data de (…) pode ter um desconto de (…). Se estiver interessado em mais informações visite o nosso site em (…).

Para a maioria (senão para a totalidade) dos vendedores, gestores e profissionais independentes, este e-mail iria ficar inquestionavelmente encerrado naquele “sótão” onde ninguém entra – a caixa de SPAM – que é talvez, aquele caixote de lixo indispensável, aquele que mantém bem escondidas, todas as mensagens que infringem as leis dos sistemas e que possivelmente ameaçam a integridade dos utilizadores. E por isso, ali ficam, até que o tempo as apague automática e definitivamente.

Mas aquele vendedor não era um vendedor qualquer, ele era o melhor vendedor daquela empresa – e tinha razões para isso. O seu lema era absolutamente fascinante: “Eu adoro estas mensagens e ao SPAM respondo com a mesma moeda: enviando SPAM”.

Para muitas pessoas o SPAM é considerado uma ameaça, mas para as empresas e protagonistas comerciais, o SPAM recebido representa uma fonte de informações privilegiadas de elevado valor – informações sobre clientes, sobre concorrentes ou sobre potenciais oportunidades de negócio. Ler esses e-mails é aproximar-se da informação sobre o mercado, é abrir portas à informação sobre clientes, fornecedores e concorrentes.
Por isso, a este e-mail o vendedor respondeu: “E eu … vendo (…), pelo preço (…), com as vantagens (…). Está interessado numa proposta comercial?”

O resultado não era garantido, mas talvez porque seria a quarta ou quinta abordagem, a estratégia revelou-se absolutamente rentável. Poucos dias depois o negócio foi fechado e são já os milhares de euros recebidos deste cliente, que aquele vendedor angariou por impulso, respondendo a uma mensagem de SPAM.
Torne-se num vendedor tecnológico, explore o potencial da sua comunicação electrónica e inspire-se nas melhores práticas.

 
Bons Negócios Online!
VTEC

Sem comentários:

Procura uma agência de serviços web?

Procura uma agência de serviços web?
Consulte um parceiro de confiança. Consulte a iesolutions Portugal.

Arquivo...